O feriado e os machucados.

 

 

Mara Clara não está tendo um bom final de semana prolongado. 😦

Bom, vamos aos planos e aos fatos. Primeiro que eu estava pensando em levar a delicinha pra nadar -quase uma aula de natação- aí a vovó ia vir nos visitar (EBA!), planejei também fazer uns chup-chup’s, sorvete caseiro e passear bastante no feriadão com o papai. Só que não rolou quase nada.

A vovó veio nos visitar na quarta feira, fomos buscá-la e depois viemos pra casa pra tomar o chup-chup de suco de morango natural que eu tinha feito mais cedo.

No final da tarde fomos levar a vovó pra casa da Bisa e o primo dela tava lá, foram brincar e a MC caiu e ralou o cotovelo e o joelho. Chorou , chorou , falou: – Dodói ai, ó lá dodói. Brigava muito com o chão, assoprava e dava beijo no braço pra ‘sarar’ o próprio dodói. rsrs

Na quinta feira ela não quis almoçar e tava espirrando bastante, mas continuava brincando normalmente então não desconfiei de nada. Enquanto estávamos almoçando ela pediu pra ‘mimir’ e eu coloquei.

À tarde a vovó foi acordar a pequena e viu que ela tava meio quente, medimos a temperatura e: 38.1!

Ok, nada de pânico, vamos controlando a temperatura não precisa dar remédio ainda, afinal ela ainda estava ativa e brincando apesar de não querer mamar de novo.

Fomos deixar a vovó na casa da Bisa e de repente, mas de repente MESMO ela desabou, ficou mole, olho brilhando, deitou no sofá e lá ficou por um bom tempo, o que geralmente não rola, fui medir a temperatura de novo: 38.8. Vamos começar a nos preocupar?

Liguei pro marido e pedi pra ele levar umas coisas pra fazer uma sopa reforçada pra ela e também uma água de coco pra hidratar.

Chegando em casa ela já deitou no sofá de novo e ficou ali, toda amoada, quietinha,sem reação, medi a temperatura mais uma vez e: 38.1. Hum, está abaixando, viva!

Marido chegou e fui preparar a comida enquanto o papai cuidava da pequena, terminei tudo e ela comeu um pratão de sopa! Coração de mãe foi ficando mais tranquilo…

Na sexta iríamos sair de manhã cedo e encontrar a vovó de novo e depois levá-la pra rodoviária pra ir embora. Acordamos cedinho e de repente escuto um choro de dor e o marido vindo em direção a mim dizendo: Maria Clara queimou a mão na água quente.

A febre volta, ela chora sem parar e eu surtando de nervoso.

Ela ficava: – Ai, dodói (e mostrava  a mão e o cotovelo – um machucado em cada braço). Era só lembrar da mão que ela berrava, também não era pra menos né?!

Bom, conseguimos sair de casa, mas fui com a MC no banco de trás do carro e ela dando a mãozinha pra eu assoprar, coisa fofa!

Encontramos a vovó e logo a delicinha esqueceu da mão ardendo, mas não esquecia do dodói do braço, porque toda hora ela falava: – dodói ó lá! E dava um beijo pra sarar.

Quando fomos levar a vovó na rodoviária ela falou tchau, mas ficou triste e ficava com o celular na mão falando: vovó, vovóó!

Chegando em casa ela queria muito dormir então fui dar um banho e quando tirei a MC ela saiu correndo pelada , eu avisei que não era pra correr, fui atrás dela ela saiu correndo ainda mais e PLOFT caiu no chão. Tenso! Mas não machucou, só assustou mesmo.

Bom, o resumo do feriado ate agora: febre que vai e volta, mas não passa dos 38.5 – ainda bem!- um machucado no cotovelo que por sinal é o maior dodói (em tamanho, não gravidade) dela ate hoje, um tombo pelada e uma mão ardendo.

Sou uma ‘ótima’ mãe ou a Maria Clara precisa ser benzida NOW!?

E por ai como está sendo o final de semana?

Espero que até domingo as coisas tenham melhorado por aqui e eu consiga levar a pequena pra nadar e passear com o papai!

Torçam por nós.

Beijos

O dodói.

Anúncios