O caso da mala perdida

Fomos passear esse final de semana na cidade em que a família do marido mora, até ai ok.

Já estávamos planejando ir ate lá e nesse final de semana rolou, saímos na sexta e voltamos no domingo.

Combinamos durante a semana toda: o nosso percurso, quem iriamos visitar, os horários, etc. pode parecer neurose, mas com uma criança de um ano e meio rotina é a palavra magica e só de comentarmos com as pessoas esse cronograma todo já sou motivo de piada, julgamento e comparação com fulana, a vizinha , prima, etc. mas, tudo bem, afinal eu e somente eu – inclua marido também- somos responsáveis pela nossa filha e se vem funcionando ate hoje não é agora que vou mudar a ‘formula’ , né?

Mas enfim a ideia desse post não é a rotina em si, pois já falei um pouco sobre isso em um outro post antigo.

Como já falei, combinamos e arrumamos tudo durante a semana toda pra não ter erro!

Fiz as minhas malas, do marido, da Maria Clara, separei ate malinha pros sapatos dela ( nós fomos à um casamento e eu separei 2 vestidos pra ela, um de frio e um mais fesquinho, e sapatos combinando os vestidinhos) fiz a mala de higiene, deixei o berço, carrinho, cadeira de mesa e comida separados, tudo ‘pegar e carregar o carro’, perfeito não é? Resposta: não!

Marido programou para sairmos de Campinas as 8:00hr. no máximo pra poder chegar cedo lá na cidade e aproveitar, ate ai tudo mais ou menos bem, por que eu detesto acordar cedo, meu cérebro não funciona muito bem de manhã, maaas relevei, afinal ele vê a família tão pouco que eu faria de boa esse ‘sacrifício’.

Seria tudo lindo, mas ele me acorda as 7:00 hr. da manhã apressado, pula da cama e vem tomar café enquanto eu – a louca descabelada, arrumo o quarto, guardo as coisas, separo roupa suja, termino de pegar as coisinhas pra por na mala (aquelas de uso diário que não tem como separar antes) , chego na sala ate meio cansada, olho pro marido e quase tenho uma sincope: ele não se trocou, não arrumou a pia da cozinha, e estava vendo anime. PENSE em uma mulher louca: eu.

Não por ele não ter arrumado a cozinha, não por não estar pronto, mas precisava estar vendo anime as 7:45 hr.?

Maria Clara ainda não estava nem acordada e ela é (muito)  um pouquinho sistemática tem todo um ritual pra acordar, não mama em seguida, tem q rolar um teatro ali, se é que as mamães me entendem.

Enfim, enlouqueci né? Mas tratei de me recompor e sempre pensando “ releva, releva, ele não vê a família faz tempo, fica calma, relaxa.”

Por fim, arrumei todo o resto menos a pia da cozinha que ele foi arrumar bufando hehe e deixei separado na sala, arrumei a Maria Clara, dei o mamá e pronto.

Marido pergunta: – vamos por as coisas no carro?

Mamãe responde: – não, agora eu quero ver uma coisinha na internet. Birra, oi?

Ele ficou bravo, LOGICO, mas colocou tudo, fiquei com um pouco de remorso porque  estava chovendo mas passou rápido.

Bom, só faltavam eu e Maria Clara pra entrar no carro e fomos embora.

Viagem legal apesar da chuva, chegamos lá perto da hora do almoço, dei almoço pra pequena e fui coloca-la pra dormir (rotina lembra?).

Estava trocando a bebe quando pedi pro marido trazer a mala dela pra colocar uma meia que eu não tinha trazido na malinha do dia dia dela.

Ele fala: – mas não é só essa  mala que você fez?

Mamãe surtando de novo: – não! Era uma roxinha, que estava com o pacote de fraldas e os vestidos em cima.

Marido: – que vestido? Mala roxa? Eu não peguei nenhuma!

CATAPLOFT a mãe quase desmaia de raiva, vontade de vomitar, esganar marido, disfarçar a neura na frente da avó e sogra. Desespero define.

Ok, e agora? Vamos ficar aqui três dias e essa menina não tem meia, fralda, roupa de frio ( só uma troca que eu levo na bolsa pra uma emergência), toalha e muito menos os sapatos e vestidos do casamento.

Sogra: – vamos ao centro eu compro roupa pra ela passar esses dias.

Tenho um anjo não uma sogra, né gente?

Ficamos muito sem graça de aceitar, mas na boa! Não tinha como! Era isso ou ir embora, o que não estava nos planos.

Na boa, o que aprendemos com isso?

Trabalho em equipe é fundamental! Além da rotina os pais tem que fazer as coisas juntos, não adianta, não da pra brigar!

Aprendi também que as trocas emergenciais da bolsa dela são realmente uteis!

E a Maria Clara?

Ela não estava nem ai com os surtos da mãe louca dela, ela  dançou na pista e fez inveja com o seu condicionamento físico , ela arrasou na festa do casamento e quando saímos de lá já tinha passado bastante da hora dela dormir, ela estava com os olhinhos vermelhinhos de sono mas não se rendeu e estava toda fofa dançando e brincando!

Metas para o próximo ano:

Ser menos neurótica

Surtar menos

Ter mais paciência (quase uma Madre Teresa)

Agir em equipe em tudo!

Continuar com a rotina

Manter as trocas emergenciais  na bolsa.

Nossa equipe ♥

Anúncios

Cara nova e final de semana delicinha

Estamos de cara nova e… mudando.

O blog está comecando a ficar como eu quero mas faltam alguns MUITOS detalhes que vou aprendendo e aplicando devagaaaar;

Maria Clara dorme e me ajuda a escrever esse post, ja bate uma saudade dela, mas jajá vamos brincar com guache.

Sorte pra mim :s sujeira na certa! Mas amanhã é sábado entao PODE!

Final de semana é bagunça na certa, o papai ta em casa e a MC nao segue uma rotina de horario muito a risca, isso é dela mesmo. Dorme mais tarde, dorme menos de tarde e principalmente e mais gostoso: Acorda tarde! O que deixa o papai e a mamãe recarregarem a bateria! Viva!

Esse final de semana vai rolar o CineMaterna mas nao sei se vai dar pra ir, denovo! 😦

A programação ta delicinha esse fds aqui em casa, e na de vocês?

Espero que voces tenham curtido a carinha nova do blog!

 

ó la, so foi falar… bebê acordou 🙂