A primeira vez a gente nunca esquece {Adaptação na creche}

Pois é meus caros colegas, começou! E foi melhor do que eu imaginava, melhor do que meu coração molenga de mãe de primeira viagem poderia esperar. Mas, não vamos cantar vitória antes do tempo. Uma coisa de cada vez, certo?

Terminei de fazer os cupcakes para as professoras da MC ontem por volta das 22:00h. e a pequena já tinha ido dormir há um tempão, pra poder descansar e acordar cedo no dia seguinte.

Fui deitar as 23hr. e a única coisa que me passava pela cabeça era: Cadê meu sono? Daqui a pouco ta na hora de acordar e eu nem dormi, vou perder hora e a MC vai perder o primeiro dia de aula.  Drama Queen, eu? Yes.

E minha filha? bom minha filha estava no decimo primeiro sono, nem ai com a bagaça e seguiu assim ate a hora de acordar. Fui levar o mama e já conversando, contando aquelas lorotas de mãe:

Paixão, voce vai pra escola, conhecer os amigos, cantar, depois vai tomar lanche, brincar, almocar e ai vai chegar a hora da mamãe te buscar! Ta bom?

E ela me responde com um olhar animado de quem não estava prestando atenção em absolutamente NADA do que eu disse: – Pecesas! (mochila das princesas) Vem, ê pecesas.

Bom, hoje eu fui levar a pequena de carro pra creche, mesmo sendo perto – uns 20 min. Andando – eu fui de carro para levar os bolinhos para as professoras (eu não queria que eles virassem croissant, né), chegamos lá e já fui para a sala dela, entrei segurando a mãozinha da MC e ela olhando os bebes chorando, pareceu um dispositivo; sim um dispositivo acionado quando o bebe escuta o outro chorando, aquilo vira uma reação em cadeia. Certeza que é para deixar os pais mais nervosos, no fundo eles estão trollando a gente, se comunicando numa linguagem especial bebezisticas que consiste em “ Hahaha, vocês já chegaram também? Vamos deixar nossos pais cheios de culpa e quando eles virarem as costas tocaremos o terror na creche e dominaremos o mundo muahahaha”. Ta bom, menos. Me empolguei, mas deve ser quase isso. 😡

Bom, o fato é que eu tirei a clássica foto do primeiro dia de aula -mas sem o uniforme :(-  e pedi pra professora tirar foto da Maria Clara durante o dia (estratégia materna mode:on).

Não basta ser mãe, não basta ser taxada de super protetora porque você sente vontade de chorar quando ouvir o bebe chamando seu nome, você precisa ter uma carta na manga! Se eu não posso ficar na escola, eu trago a escola ate mim. Quase um Maomé e a montanha, saca?

Há, aqui vai:

– Professora, você poderia tirar algumas fotos dela enquanto ela brinca e tal? Assim, se der tempo, né.

-Claro, eu tiro sim, fica tranquila.

A professora tirou varias fotos, da MC brincando, conhecendo a escola, comendo, na hora do soninho e em nenhuma delas a pequena estava inchada ou com cara de choro. (pronto, era o que eu queria, saber como ela estava, além de saber eu queria ver, olha o São Tomé ai minha gente).

 … Quando fui buscar a delicinha fiquei mentalizando um mantra “ela esta bem, ela comeu tudo, brincou e esta rindo da minha cara, ou… nem ligando pra minha existência, mas ela está bem”.

 

 

Pausa. Preparem as tortas, os “eu diiiiisse”, as risadas , os velhos bordões de “ela é mãe de primeira viagem tadinha” e afins. ‘Despausa’.

 

Cheguei lá e a minha filha estava:

a)      Chorando;

b)      Louca surtando pegando brinquedo do amigo;

c)       Dormindo e nem ligando pra mim.

Se você marcou a alternativa ‘C’ você acertou e já pode começar a rir. Caso contrario, você ainda não deve ter colocado seu filho na escola, porque, acredite, ele vai chorar um pouco mas logo vai esquecer de você, vai brincar e fazer coisas que você jurava que seu bebe não faria de jeito nenhum como: comer carne moída no almoço e dormir no colchonete sem travesseiro e sem o ‘mimi’. Cara de alface pra mim.

Ah!. ♥

Bom, o saldo de hoje foi muuuuito bom e superou mnhas expectativas. Eu sei que é o primeiro dia, é cedo pra cantar vitória, mas eu fiquei feliz por ela ter se soltado, fiquei feliz por ela ser como é e não como eu era ou como eu sou. Feliz por estar enganada, mesmo fingindo que estava tudo bem antes. Hoje eu consigo afirmar que meu coração esta em paz, que mesmo sentindo que seria tranquilo para ela e torcendo pra que tudo corresse bem eu admito que subestimei a inteligência e capacidade dela, subestimei que minha filha é um ser a parte, ela é individual, ela é uma mini pessoa que só me enche de orgulho!

 

Amanha tem mais, vamos ver como serão os próximos dias, se ela vai continuar tão boazinha assim. TOMARA!

Beijos!

 

** Minha pisciana distraída e falante, obrigada por deixar meus dias mais felizes, eu adorei sentir saudade de você enquanto estava na escola e adorei mais ainda a sensação de trazer você de volta, falando, cantando , assim eu sei que esta feliz, que foi tudo bem e que fizemos a escolha certa.

 

saindo de casa / almocando / brincando com cara séria! / dormindo.

saindo de casa / almocando / brincando com cara séria! / dormindo.

 

 

 

Anúncios