Hoje é domingo pé de cachimbo.

E não me venham com chorumelas de que a letra da musica é “pede cachimbo” porque acaba com a minha fantasia infantil #mimimi.

Enfim, domingo é dia de passear, ser feliz, correr no parque e todas essas coisas de comercial de margarina, porque, claro todos temos uma vida linda e perfeita. Aham.

Com a Maria Clara pititica, sair era quase monótono sempre para os mesmos lugares, nada de diferente pra ela e para nós. Eu pensava “como pode uma cidade como Campinas não ter estrutura pra criança menor de um ano que não seja Shopping?”.

Sim, aqui temos varias opções de parques e bosques. Mas e em dias de chuva?

Foi nas minhas andanças cibernéticas que descobri o SESC. Quer dizer, eu sempre frequentei o SESC em Piracicaba quando morei por lá, mas depois fui para outras cidades onde não tinha, o habito se perdeu.

Um belo dia entediados do mesmo passeio, fui procurar um teatro ou coisa do tipo pra levar a delicinha, quando de repente encontro o site do SESC com uma programação bem bacana pra crianças! Uma luz no fim do túnel?

Bom, fucei fucei e lá fomos nós para o clube fazer a carteirinha, tirar foto e ver teatro com a pequena.

Foi sensacional, ela curtiu de mais, o primeiro teatro que fomos foi de fantoche e depois um musical, depois descobrimos que o Sepultura iria tocar e já emendamos a noite lá!

Pra quem tem criança e não sabe onde ir, lá é uma boa pedida porque tem atividade pra toda idade, tem piscina coberta (e separada para os bebês), lanchonete que tem opção de frutas frescas e da época, gelatina, bolo (o ultimo que provei foi o de agrião e é muuuito bom), ou seja, da pra ir pra lá tranquilo, porque além de divertir os pequenos não precisamos esquentar a cabeça com lanchinhos já que as coisas la são bem fresquinhas e naturais.

Pra quem tem crianças tem um espaço no galpão (com acesso livre para não sócios) destinado aos bebes e criança ate seis anos. É bem legal, não pode entrar de sapato, beber nem comer no espaço pra manter sempre limpinho, já que tem bebe que não anda e tals.

Espaço de Brincar/SESC Campinas

Espaço de Brincar/SESC Campinas

Bom, tem varias coisinhas legais e eu achei uma ótima opção pra dias de chuva, ou não, um lugar diferente pra levar nossos babys.

Mas quando fizer sol e você não souber pra onde ir eu vou deixar algumas ideias de parques e bosques aqui em baixo. 🙂

Sesc Campinas

R. Dom José I, 270 / 333,
Tel. (19) 3737-1500

Lagoa do Taquaral (Pq. Portugal)

Av. Heitor Penteado, s/no., Taquaral, Campinas

Tel. (19) 3256.9959

Parque das Aguas

Av. Paulo Corrêa Viana, n°765, cont. da Avenida Washington Luiz.
Bairro Parque Jambeiro

Tel. (19) 3276-7909

 

Bosque dos Jequitibás (teatro, museu, aquário, trenzinho e parque).

R. Cel. Quirino, 02 – Campinas, 13025-004

Trem Maria Fumaça

Estação Anhumas Rua Dr. Antônio Duarte da Conceição, 1.500

Tel. (19) 3207-3637

Anúncios

Um novo passo …

É com muito orgulho que venho apresentar a nossa nova fanpage!!!

Depois de muita resistência e medos , eu resolvi abrir uma pagina no face pro blog 🙂

Eu e Maria Clara ficaremos muito felizes se vocês nos curtirem por lá!

Peço muuuita paciencia, afinal tenho um bebê de 20 meses em casa e ainda sou novata nesse lance de fanpage.

Beijos!

Esperamos vocês por lá 😀

                                           Clica na imagem que o link está direcionado para a fanpage:

Ah! e não esqueçam de participar do sorteio de 4 meses do blog!Tá acabando mas ainda da tempo, corre!

Clica AQUI pra participar

Autoanálise e desespero materno.

De repente essa comedia romântica que é a maternidade, cheia de percalços, risos, desastres e porque não drama, muito drama me prende numa auto analise muito chata.

Por varias vezes me peguei pensando e analisando minha forma de ser mãe, será que estou fazendo certo?

Dia desses assisti a Super Nanny do Brasil e confesso fiquei um pouco deprê. A culpa veio tudo por me sentir bem em não querer ficar com a minha filha as vezes, por preferir ficar sozinha , ficar sem fazer nada um pouco ou por simplesmente sentir a necessidade de limpar a casa e deixar a pequena vendo desenho.

O tema do episódio da Super Nanny que vi, foi que a mãe não dava muita atenção pros 3 filhos dela porque limpava a casa enlouquecidamente e eu me vi nela. Ok não tão exageradamente, mas eu me peguei numa analise muito inflexível do meu comportamento e do meu jeito de maternar. Mas poxa, eu limpo a casa pra minha filha se sentir bem, num lugar confortável, aprender a viver num lugar limpinho e arrumado, e eu não posso me culpar por isso!

Eu vi que, cada um tem uma rotina, eu não preciso e não posso fazer como a Super Nanny diz, eu sou a mãe da Maria Clara e a melhor mãe PARA ela. Eu não sou mãe de fulano. Eu tentei ate mudar minha rotina, mas no fundo eu pensei: será que isso está valendo a pena??

A nossa rotina em casa é mais ou menos assim:

7:30 – acordar, ver e-mails, tomar café e arrumar a casa (menos o quarto do bebê);

Das 8:00 às 9:30 : lavar a louça do café, deixar no ‘jeito’ o mama da pequena, ver o que fazer pro almoço;

10:00 : bebê acorda, mama, assiste desenho enquanto a mamãe arruma a cama do nenê, passa aspirador e pano na casa;

Das 11:00 às 11:30: mamãe prepara almoço enquanto a pequena brinca ou ‘ajuda’ na cozinha;

11:30: almoço e sobremesa;

12:30: neném mama e dorme;

13:00 às 15:00: enquanto bebê dorme a mamãe lava a louça do almoço, almoça, e relaxa um pouco ( também sou filha de Deus, posso?) ;

15:00: lanche e brincar com Maria Clara;

17:00: fazer a vitamina da neném, arrumar a casa, mandar e-mails etc.;

18:30 : papai chega dá atenção pra criança, jantamos os três, lavamos a louça;

19:00 : papai sai de novo, mamãe e bebê pegam os brinquedos espalhados, banho na delicinha, arruma tudo e brinca na sala;

20:30 / 21:30 : Maria Clara dorme, mamãe descansa;

 

Eu sou a louca da limpeza? NÃO , ne?

Isso é o básico pra sobrevivência da pessoa e eu acredito que se ensinar pra ela a viver num lugar limpo e arrumado isso vá ajudar ela no futuro com : autonomia e organização, disciplina, etc.

Sinceramente eu penso que a televisão ou a mídia em geral exige um padrão de mãe e se você não se encaixa nele não é boa mãe, simples assim. Mas não pode ser isso, cada um tem uma rotina, um ritmo, o que serve pra mim não serve pra vizinha, etc.

Tenho uma amiga que adora passar roupa, eu odeio.

Outra que prefere deixar o filho na escola pra ir passear ou ficar sozinha em casa, eu não quero isso ainda, prefiro ficar com a minha filha em casa se não estou trabalhando.

Há aquelas que só dão coisas naturais pro filho e não deixam sob hipótese alguma comer açúcar ou leite em pó, eu já sou mais ‘mole’ pra isso e as vezes permito umas “porcarias” de leve.

Tem mãe que deixa o filho tranquilamente com outras pessoas, eu fico com o coração na mão e vontade de ligar toda hora.

Tem mãe que prefere que a avó cuide do filho, eu prefiro evitar esse stress por que o filho é meu, a obrigação é minha e do pai, não da avó.

Tem gente que prefere lavar a louça uma vez no dia e deixar acumular, eu não.

Já vi pessoas que limpam mais histericamente que eu ou que simplesmente não limpam por que a criança vai sujar de novo.

Enfim, não só na educação dos filhos, mas em tudo nessa vida, o que serve pra você não necessariamente serve pra mim. Respeito todas as pessoas que tem opiniões e costumes diferentes dos meus, eu posso ate curtir o seu e tentar encaixar na minha rotina, por que não? O que não pode é ser obrigado a seguir esse estereótipo de mãe perfeita que trabalha fora, em casa, cuida de filho, cozinha e ACHA que tem q fazer isso sozinha e tudo bem. Mas não é!

Vamos respeitar o outro, cada um faz da sua vida o que quiser e não cabe a ninguém achar o que é certo ou errado na vida do amiguinho.

Façamos o melhor para nós, e se cada um criar e educar sua prole para ser um SER HUMANO o mundo já vai estar em boas mãos.

Não queira deixar um futuro melhor pros seus filhos, deixe filhos melhores para o futuro, o resto a vida se encarrega.

Minha pequena bagunceira, ou nao.

Vick em bebês?! Pode!

Momento dica do dia.

Falei sobre usar o vick vaporub no post anterior, mas queria dividir uma dica de avó com vocês: Vick no azulejo do banheiro na hora do banho!

O Santo!

Como a gente sabe nao pode usar o vick em bebes menores de 2 anos diretamente na pele, nas costas, no peito e tal, entao pra ajudar no tempo seco vick como vaporizador funciona!

coloca so um pouquinho no azulejo do banheiro, fecha tudo, tem q certificar que nao haverá corrente de ar, se nao faz mal!

Dá o banho no bebe normalmente e depois tem que secar bem , se der pra troca-lo no banheiro melhor, pra não pegar corrente.

Outra dica acho que todo mundo conhece, ferver agua misturar com 2 colheres de sopa de vick numa vasilha e colocar no quarto, mas não muito perto da cama por que fica bem forte.

Isso tudo ajuda na congestao nasal e o desconforto causado pela gripe ou resfriados.

Espero ter ajudado

até a proxima 🙂

Novas aventuras

Maria Clara esta cheia de si, domingo ela resolveu dar um presentão pro pai dela. Fomos pintar o muro da minha vó porque ela já tinha falado com um monte de pintor e ninguém aparecia, um saco. Ai fui eu e o marido pintar o muro, imagine. Estávamos preparando almoço, muro e a tinta, éramos três pessoas olhando pra um bebe “tá tudo certo ela não vai sair daqui, esta vendo desenho toda bonitinha”. Aham, doce ilusão, eis que olho pra trás como numa fração de segundos, juro! Ela está lá jogando tinta pra tudo que é lado. Jogou no chão  e manchou, no cabelo que deu o que fazer pra tirar, na roupa, tênis novo, enfim, uma zona!”Feliz dia dos pais, papai. Com amor, a pentelha

Passado o stress fomos dar almoço pro neném, minha avó fez carne de panela que só ela sabe fazer, muito gostoso, na verdade esse foi o trato “vó nos vamos pintar seu muro, mas eu quero almoço gostoso” que coisa feia Tauana! Não pode fazer isso com a vovó.

Bom, a MC é meio… Sistemática. Ela come muito bem, mas o que ela quer. Ela não gosta de carne então eu tenho q dar um pedaço maiorzinho pra ela mastigar e cuspir depois de 35 segundos ou colocar só o caldinho. Pois é, acho que minha comida que é ruim mesmo porque para minha grata surpresa ela comeu carne no domingo. Minha vó colocou no prato e eu certa de que ela não comeria não dei com muita esperança, mas ela comeu, e gostou! Abria a boca, fazia “aaa” pedia mais. Coisa linda da mamãe!

Pois é, ela é uma fofa, não da trabalho, não é chorona, mas como eu já disse varias vezes ela é meio sistemática! Não dorme fora de casa a não ser que tenha um berço. Nós acostumamos ela a dormir sozinha desde cedo então ela detesta dormir no colo, na cama ( porque ela pula, pula, pula e…cai), no carrinho então nem se fala. Enfim, quando a gente sai com ela dificilmente esse docinho irá dormir, o que a deixa um tanto quanto irritada e a mamãe também porque não consigo me concentrar em nada direito.

Na maior parte das vezes ela capota assim que senta na cadeirinha do carro, acho que da próxima vez eu vou deixar ela dormir lá mesmo (mãe louca, oi?)

Mudando de assunto; já fazia um tempo que eu queria cortar o cabelo dela, que ela quase não tem. Além de ser fininho ela tem pouco cabelo, mas eu queria dar um corte pra dar força, sei lá. Mas eu confesso que não tinha coragem de pagar 20 reais num corte pra um bebe, serio ela nem cabelo tem gente, pra que tudo isso? Bom fui eu mesma me arriscar a cortar e… Deu merda, claro! Fui cortar a franja dela, ela se mexeu e cortei de mais ela ficou sem franja tadinha! Pelo menos o comprimento ficou lindo, aquela nuca maravilhosa aparecendo, tipo um projeto de chanel, muito fofa!

O bom é que ela sempre teve pouco cabelo então não da pra notar muito a falha que eu deixei e nem com franja curtinha ela fica feia. Coisa linda da mamãe!

Próximas aventuras, oi!