Feriado prolongado e altas aventuras.

Já faz um tempo que não escrevo. Bom, apesar de não termos emendado a sexta e a segunda-feira, foi um baita feriadão.

Tive a impressão de ter passado por uns 3 domingos: na quinta, domingo e na terça, ou seja, hoje pra mim é segunda-feira. Oh céus nem eu to entendendo mais!

Enfim, confusões “datísticas” a parte, vamos ao resumão do feriadão:

Como eu já tinha dito NESSE POST, passei por um feriado bem intenso no dia da proclamação, certo?

Mesmo com todo o stress do dia anterior eu resolvi levar a pequena nessa pracinha de novo, não tinha ninguém lá no play só uns caras correndo e pra minha surpresa e vergonha quando os moçoilos passam pela pracinha a MC sai correndo atrás gritando: ‘papai papai’ para um completo estranho.

Gente, quando alguém te avisar que filho faz passar vergonha ACREDITE! Eles fazem mesmo, o rapaz simpático ainda por cima passou de novo ali e brincou com ela, me senti “A mãe que vai pra pracinha procurar um papai pra filhinha dela”. Exagero?

Vergonhas a parte, chegou o final de semana e com ele a bagunça de um bebe e um marido que solta bem de manhã a seguinte frase: – A bagunça não vai fugir, vamos deixar tudo assim!(jogando a colcha por cima de roupa suja, travesseiro pro lado e pijama embolado pra outro). Como se não bastasse falar isso na frente da pequena os dois foram ate o quarto dela pegaram o lego, boneca, bichinho de pelúcia, baú e trouxeram para o MEIO da sala e espalharam tudo , com direito a : – êêêê incá!(brincar). Gente, minha sala não é grande, pense em uma pessoa tendo que literalmente pular pra poder andar, esse era o estado da minha sala.

Não me importo tanto com a bagunça em si, o que eu não suporto é sujeira e louça na pia pra lavar…Levei na esportiva ate quando a Lála começou a ficar estressada com tanta bagunça também, nem ela sabia com o que brincar, era controle de vídeo game, lego,boneca, cadeira de papá, tudo misturado, não tem quem aguente , né?

Enfim, pedi pro marido cuidar da pequena e fui resolver uma coisa, quando volto me deparo com minha filha pintada, borrada e melecada com meu batom novo.

Surto agora ou daqui a 5 minutos? MC com toda sua inocência nos olha e diz: – Tom(batom), que linda! Tem como brigar com um ser gostoso desses? Respondo:  NÃO…

Bom, o feriado foi longo, cansativo e proveitoso também: fomos tirar sangue da pequena para uns exames que o pediatra pediu, tentamos fazer o de urina, mas não rolou (quem tem bebê sabe o quanto é CHATO fazer exame de urina em bebes , principalmente em meninas), minha mãe veio pra Campinas e fomos passear sozinhas enquanto MC ficou o dia todo com o papai, pedi pra minha avó cozinhar feijão pra nós ( porque o meu é uma negação) e eu trouxe um montão de feijão de vó pra casa, eu e marido tomamos sorvete e um monte de ‘porcarias’ com a pequena, ela está feliz e isso é o que importa!

Cansei, chorei, dei muita risada, Maria Clara aprendeu palavras novas, cores e a trazer a boneca Antonieta ou a Galinha pintadinha pra brincar de ciranda com a gente, comeu acerola do vizinho com o papai, tentei montar a arvore de natal com ela e com o marido mas a tentativa foi muito fail com direito a MC pegando as bolas da arvore colocando na boca e saindo correndo, marido pegando um enfeite qualquer e enfiando na arvore de qualquer jeito e eu ali, toda empolgada tentando resgatar o espírito natalino. Deixa pro ano que vem, né?

Aqui aconteceu tanta coisa que não consigo nem lembrar e também, se for contar tudo ninguém termina de ler!

É isso, e por ai?

Como estão os preparativos de natal? Como foi o feriado?

O resultado da make dela!

Nossa arvorezinha e as luzinhas verdes

Anúncios

Cinismo, a gente herda aqui!

Eu não tenho como negar que há em mim uma ironia, sarcasmo e ate um pouco de cinismo. Sempre brincamos dizendo que isso era genético, e não é que a profecia pode estar sendo confirmada?

Já notei na Lála algumas muitas atitudes MUITO cínicas, do tipo:

 

Cena 1:

Maria Clara no trocador com um copinho de água na mão. Balança o copo pra cá, balança pra lá e joga no chão. SIM joga, por que aquilo não foi sem querer, mesmo porque ela deu uma risadinha esperando que eu dissesse alguma coisa. Frustrada por eu não ter ligado ela solta:

– ó la, kiiu (caiu) aaa (ficando triste, muito triste – só que não ).

 

Cena 2:

Brincando num dia de muito calor em uma bacia com água que tinha deixado no quarto dela para afastar pernilongos.

Ela estava fazendo graça com a galinha pintadinha, simulando que ia jogar a bendita na água e esperando que eu chamasse atenção.

– Maria Clara, deixa a galinha pra cá ela já tomou o banho dela. Se molhar estraga.

Maria joga a galinha na água e diz:

– Mamãe, kiiu, ó lá, aaaa.

 

Cena 3:

Almoçando juntas e comendo nuggets (não me apedrejem, nós comemos comidas saudáveis também).

Maria Clara:

– Hum, cainha (carninha) ícia (delicia).

– Gostoso, né paixão? Huum.

Lála joga a carne mastigada no chão e me olha com a cara mais Blasé que existe e… adivinhem só:

– óó kiiu, aaa

 

Sério.

Isso quando ela não me aparece em casa com uma formiga na mão e diz:

– ixo( lixo) , cacá! Óó eu (morreu). -Quem será que esmagou a coitada, né?-

 

 

De duas uma ou ela tem tendências psicóticas, piscopatas e afins ou ela é muito blasé e cínica! Hahaha

Confesso que tenho que me segurar pra não rir às vezes porque alem de tudo ela faz uma cara de que “não é comigo” quase uma sonsa ou uma atriz (acho que vou investir nisso!)

E por ai? O que as delicinhas de vocês ‘herdaram’?

 

Ah! e não se esqueçam do sorteio que ta rolando aqui no blog!

Clica aqui para se inscrever.

Cara nova e final de semana delicinha

Estamos de cara nova e… mudando.

O blog está comecando a ficar como eu quero mas faltam alguns MUITOS detalhes que vou aprendendo e aplicando devagaaaar;

Maria Clara dorme e me ajuda a escrever esse post, ja bate uma saudade dela, mas jajá vamos brincar com guache.

Sorte pra mim :s sujeira na certa! Mas amanhã é sábado entao PODE!

Final de semana é bagunça na certa, o papai ta em casa e a MC nao segue uma rotina de horario muito a risca, isso é dela mesmo. Dorme mais tarde, dorme menos de tarde e principalmente e mais gostoso: Acorda tarde! O que deixa o papai e a mamãe recarregarem a bateria! Viva!

Esse final de semana vai rolar o CineMaterna mas nao sei se vai dar pra ir, denovo! 😦

A programação ta delicinha esse fds aqui em casa, e na de vocês?

Espero que voces tenham curtido a carinha nova do blog!

 

ó la, so foi falar… bebê acordou 🙂

Criança quieta, bagunça na certa!

Maria Clara está crescendo, ela não é mais aquele bebê que eu deixava no carrinho ou no cercado e ficava ali quietinha. NÃO, agora ela já tem as próprias vontades, já se expressa, anda por tudo, corre e mexe em absolutamente tuuuudo!

Eu procuro sempre deixar a MC a vontade, só tiramos as coisas perigosas do lugar, coisas que quebram e tal e ela fica livre. Claro que gostamos de ensinar o que pode ou não mexer, ela ate entende, como esses dias que ela foi ao meu quarto e pegou um dos livros de cabeceira e trouxe pra mim.  Falei pra ela “Maria Clara vamos guardar o livro no lugar que você pegou? Depois a gente lê o livrinho” ela pegou o livro e levou exatamente pro lugar que estava e mais, ainda tentou colocar do jeito que encontrou, o que deixou a capa um tanto amassada, mas, no problem, ela tentou e ela aprendeu que aquilo tinha lugar certo, não era dela e ela precisava pedir pra poder pegar. E pra completar, depois de guardar, olhou pra mim batendo palma e falou “êêêê nenê”. É pra morrer de achar lindo né?

Ela se comunica e é o máximo! Tem muita coisa que ela fala que já da pra entender e outras que eu como mãe tecla sap. preciso traduzir né, normal.

Quando se tem um bebe de um ano e quatro meses  em casa o que você menos usufrui é do silencio! E se houver um período maior que 2 minutos de silencio com seu filho acordado CORRA porque com certeza o anjinho está aprontando!

A MC é um amor e se comporta bem na maioria das vezes, mas tem dias que ela acorda com a macaca, mexe no armário tira todos os meus potes, panelas, mantimentos da dispensa, sem falar que ela adora ‘arrumar’ as gavetas, ela tia TUDO peça por peça e depois ainda me chama pra ver que ela arrumou e diz “mamãe gadá” (guardar) ai lá vamos nós duas colocar peça por peça de volta enquanto ela canta “gadá,gadá, gadá, êêêê”.

Dia desses estava eu aqui fazendo o almoço enquanto ela brincava, notei um silencio repentino e fui atrás eis então que me deparo com a porta do meu quarto fechada, ok é só abrir e constatar a bagunça que ela fez, fui ate lá e… A porta estava trancada com o trinco por dentro, desespero. Bom, sem nenhuma alternativa fui eu com meu porte atlético, só que não, pular a janela. Entrei no quarto e ela diz “mamái, oi” – sacana essa menina – e pra minha surpresa ela estava só passando manteiga de cacau e ainda pegou minha mão pra eu abaixar, fez bico pedindo pra eu deixar ela passar o ‘batom’ em mim, passou e ficou mega feliz. Esqueci a bronca, a mandioca que estava no fogo quase queimou, mas eu me derreti com ela, achei lindo e babei muito no meu nenê anjinho.

Tenho certeza que ela vai aprontar muito ainda, mas ate lá eu vou me preparando psicologicamente.

E vocês, já foram surpreendidas pelos seus anjinhos?

Uma das bagunças: ajudar a mamãe estender roupa