O que é normal?

O que é normal na maternidade?

Sinceramente eu venho pensando um pouco sobre isso e fico confusa.

Me enrolo e fico presa nos conceitos preestabelecidos, na opinião diversa de ‘especialistas’, médicos, televisão ou mídia em geral e , claro, as mães.

Não é difícil perceber tantas divergências, tantas características de uma família para outra.

Ai eu me pergunto, afinal o que é certo? Será que eu sou uma boa mãe? Ou sou um monstro porque às vezes dou Danoninho e ‘porcarias’ pra minha filha? Se eu comentar com qualquer mãe ‘natureba’ ( sem generalizar, meninas!) que vez ou outra eu opto por comida industrializada em uma emergência eu serei praticamente banida do grupo “mães legais, amigas de parquinho”.

Se eu não me sinto culpada às vezes em dar as papinhas prontas? Óbvio que SIM, mas isso não é uma escolha diária, são emergências, e só eu e minha filha sabemos das condições e necessidades dessa opção vez ou outra.

Se eu disser que deixei de amamentar cedo, ou tarde, as pessoas julgarão.

Da mesma forma em que as pessoas fazem pressão pra conseguirmos amamentar exclusivamente durante, pelo menos, 6 meses mas ao mesmo tempo vem uma pessoa mais experiente, geralmente as avos, bisavós e afins, e mandam dar um bom caldo de feijão pra criança porque na ‘época dela era assim’.

Por outro lado se você diz que não gostou, não conseguiu ou não quis amamentar: julgamento aí de novo!

Uma coisa que eu percebi e aprendi é que os bebes não são bonecas, gente!

Sim, é verdade que a personalidade da criança começa a desenvolver por volta dos 6 anos e que ate lá seu comportamento é reflexo, muitas vezes, da maneira que é criado, dos exemplos e da rotina da própria casa, da família. Mas eles têm vontades, vão descobrindo o que podem ou não, o que gostam ou não, o que querem ou não.

O jeito de dormir, por exemplo, de lado, de bruços, barriga pra cima, isso são hábitos, mas o bebe vai se sentir melhor em uma delas, não da pra impor! A chupeta, o ursinho, o paninho, a mamadeira ou o copo, a amamentação, soa hábitos, mas também escolhas! Da mãe e do bebê.

Educar, superproteger, fazer a linha “foda-se” depois ensino, mimar, cuidar; cada um tem uma maneira.

Somos condicionados a achar estranho, errado, esquisito, tudo aquilo que não faz parte da nossa rotina, da nossa educação. E isso não é ruim, afinal o que seriam dos debates, filósofos, médicos, a ciência etc. se não fossem as duvidas, os comportamentos tão diversos, as maneiras de educar, as culturas.

O que é certo ou o que é normal pra mim?

Fazer as coisas do seu modo, no seu ritmo. Se estivermos falando da maternidade, a meu ver, precisamos fazer da NOSSA melhor maneira, não para os outros, mas pra si e para seu bebê.

Acho que se fizermos simplesmente sem nos julgarmos, sem nos culparmos, e tentando ao máximo não deixar se levar às opiniões e palpites que não nos ajudam a evoluir, será um grande passo para um caminho lindo 🙂

Eu aprendi e aprendo todos os dias a ser mãe, não nasci pronta e erro todos os dias mas também acerto!

Me orgulho de muitas coisas, mas eu quero mesmo é ter a sensação de dever cumprido, de lá na frente ver que minha filha se tornou um adulto legal, que respeita as pessoas e suas opiniões tanto quanto raça, cor, religião e o escambau. E que siga suas próprias vontades e decisões, mas que saiba arcar com cada consequência disso.

Vivemos num mundo onde há varias opiniões e geralmente as pessoas tem a necessidade de ver o erro nos outros quando a maneira de viver não lhes agrada.

Bom, isso não vai mudar aqui nem agora e eu acho ate bom, não precisa ser tudo tão redondinho.

Acho que o legal mesmo é cada um respeitar os limites do outro, mas sem ser submisso, mostrar e defender sua opinião, mas sem impor a mesma.

As pessoas seriam mais felizes se pudessem viver sem se preocupar se um dia alguém vai o excluir ou julgar por um fato ou outro.

Sejamos mães, felizes e sempre bem humoradas!

Ao infinito e além!

Mães sempre corujas, mesmo que meio tortinhas!

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “O que é normal?

  1. qnd Lu nasceu cada um falava pra fazer uma coisa…as vezes ela ate se irritava qnd mudava alguma coisa em sua rotina ou jeito de fazer alguma coisa por exemplo o jeito de mamar…era nao faz assim, faz desse jeito e tal…pareiiiiiiiii…hj faço como axo que vai ser mais confortavel pra ela…se nao der certo tento de outro modo, ate achar um que ela goste afinal é do bem estar dela que estamos falando!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s